• faleconosco788

Você sabia?



As evidências científicas reforçam que o carboidrato é o maior preditor do aumento da glicemia pós refeição, devendo-se considerar qualidade e quantidade deste macronutriente.⁣⁣

⁣⁣

Existem diversos fatores que interferem na resposta glicêmica dos alimentos, como a procedência do alimento, tipo de cultivo, forma de processamento e cocção, consistência e teor de fibras. ⁣⁣

⁣⁣

Diante desta situação, vale ressaltar a importância da orientação nutricional realizada pelo seu médico nutrólogo especialista no atendimento as pessoas com diabetes, no sentido de esclarecer quanto a viabilidade e vantagens na escolha de alimentos com baixo IG e CG.⁣⁣

⁣⁣

De modo geral, alimentos de baixo IG e CG, diminuem o risco para o desenvolvimento do diabetes do tipo 2, devido ao melhor controle na liberação de insulina, bem como da obesidade, pelo aumento da saciedade, além de não contribuir para consumo excessivo de alimentos na refeição posterior⁣⁣

⁣⁣

Além disso, pelo grande teor de fibras das dietas com baixo IG, sobretudo as solúveis, há maior distensão gástrica e consequente elevação da secreção de um hormônio intestinal: a colecistoquinina, que por sua vez, induz a sensação de saciedade.⁣⁣

⁣⁣

#drdiogosimao#cliniqueeternite#eterniteclinique#indiceglicemico#cargaglicemica#dietacetogenica#lowcarb#dieta#dietalowcarb#insulina#saciedade#metabolismo#glicemia#emagrecimento#perdadepedo#nutrologia#medicinaesportiva